Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Adriana Negrini, uma vencedora nas letras

Postado em: 12/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Por Vanderlei Testa

Adriana Negrini é uma mulher vencedora. Já foi colega de trabalho. Sempre atuante e uma líder nata, tem em si a inspiração de uma poetiza, o olhar de colunista social, a imagem de uma pessoa virtuosa.

Entre tantas virtudes, ser mãe é a maior de todas. Tem aquele orgulho infinito dos filhos. Coleciona certificados de méritos conquistados em sua trajetória em Sorocaba. Entre eles, o concedido pela Câmara Municipal de Sorocaba através do Anselmo Neto, pela conquista da enquete popular na categoria de Melhor Poetiza 2018  do Jornal ROL- Região Online.

Também no mesmo segmento da comunicação, conquistou os votos de congratulações  por ser a ‘Melhor Colunista Virtual’.

E da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, FEBRACLA, um diploma assinado pelo Príncipe Alexandre da Silva Camêlo Rurikovich Carvalho presidente da entidade. Ganhou medalhas e nas honrarias o reconhecimento de cidadã.

Sua saudosa mãe NydiaMaria Marsola Negrini deixou este mundo no final de março. Suas amigas e amigos manifestaram esse amor que a Adriana sempre viveu ao lado da progenitora.

Em palavras de carinho dos amigos na sua despedida, surgiram as frases: “a mãezinha está radiante no outro plano”, dizia Angelo Viana.

Ana Maria Pongitor na missa de sétimo dia no dia 4 de abril na Igreja São Paulo Apóstolo, em orações, dizia da maravilhosa liturgia de agradecimento pela vida da Nydia. E assim, nessa caminhada de alegrias e tristezas de perdas queridas, a Adriana não esmorece e segue adiante na sua saga de escritora da natureza.

Entre as suas reflexões, destaco: “cultivar um jardim com carinho, faz brotar flores de amizade, no nosso coração. E se soubermos ter o cuidado de todos os dias regá-lo, e arrancar aquilo que pode destruir sua beleza, certamente, teremos flores o ano todo. Com amor, paciência e dedicação, essas flores sempre sorrirão mesmo em dias de tempestades”.

A paixão pela leitura veio de criança na história da Adriana. A coleção “O mundo da Criança” faz parte da infância como o primeiro livro.

O tempo passou e nunca parou de escrever seus acrósticos, com nomes de pessoas da família e amigos. A primeira poesia nasceu pra valer em 1978, há 41 anos.

Como psicopedagoga e amante de fotografias, faz desse hobby, uma parceria de imagens e textos artísticos. Toda a sua emoção vai ao papel e a rede social. Atenta ao patrimônio histórico de Sorocaba, Adriana relembra a memória de um lugar onde eu frequentei  em toda a minha infância e juventude. O Cine Eldorado na rua Cel. Nogueira Padilha.

E fechando o circuito de premiações, chegou uma das maiores honrarias da Adriana vinda de Ouro Preto, Minas Gerais. E nas palavras dela: “Puxa!!!! Este mês está sendo meu!!! Olhem só!!

Acabei de receber mais uma certificado, de Ouro Preto, “os cem melhores poetas lusófonos”, junto um livro, com os melhores poetas anteriores, e os de agora, junto com uma pedra me parabenizando!!!

Como não se emocionar?. Pois é amiga Adriana, e a última de abril é você aqui nos meus artigos semanais com a sua história e testemunho.

 

width=2576

Vanderlei Testa é jornalista e publicitário

@artigosdovanderleitesta

www.jornalipanema.com.br coluna Opiniões, publica semanalmente aos sábados os artigos do Vanderlei Testa.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Guarda municipal morre em SP após ser agredido por homem que fumava narguilé em parque

Unimed Sorocaba completa 48 anos com ampliações importantes e solidificação como centro transplantador

Urbes instala defensas metálicas em vias da cidade

Brasil bate novo recorde da Covid-19 em um dia, contabiliza 71 mil infectados e 5 mil mortes

Bolsonaro foi o candidato a presidente mais votado em Sorocaba

Saae garante que rodízio não interfere na qualidade da água que abastece Sorocaba