Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Adolescente dispara mensagem sugerindo massacre em escola e acaba apreendido

Postado em: 24/04/2019

Compartilhe esta notícia:

Por Cristiane Carvalho

Um adolescente, de 17 anos, ameaçou matar os estudantes de uma escola de Cerquilho. Apreendido pela Polícia Militar (PM), ele foi internado no Centro de Atendimento Socieducativo ao Adolescente de Sorocaba.

As ameaças foram feitas na semana passada. Pelo WhatsApp, o menor divulgou mensagens, afirmando que atacaria a unidade de ensino e pretendia matar pelo menos 50 estudantes.

Antes de ser apreendido, o adolescente, que estuda no terceiro ano do ensino médio da Escola Estadual “Victoria Marcon Belluci”, contou para dois amigos que realizaria o ataque. Assustados, os colegas denunciaram a ameaça à direção da unidade de ensino.

Uma equipe da PM foi acionada e o estudante foi encaminhado à Delegacia de Cerquilho. Após prestar depoimento, ele teve o aparelho celular apreendido e foi encaminhado ao Ministério Público (MP), para prestar esclarecimentos. O processo corre em segredo de Justiça.

Ameaças

As ameaças ocorreram na terça-feira (16). Um dia após receber a denúncia, a coordenadora da escola resolveu cancelar as aulas. Para não assustar os estudantes, anunciou-se que as aulas foram suspensas por um problema na caixa d’água.

Uma mãe, que preferiu não ter a identidade revelada, informou ao Ipa Online que todos os alunos estão “apreensivos”. “Para os amigos, ele [o adolescente apreendido] disse que não tem pressa; quando for solto vai até a escola para cometer o crime”.

Numa reunião realizada na noite de terça-feira (23), os pais pediram o apoio da PM para monitorar a escola, porém, alguns disseram que não havia nenhuma viatura, tanto no horário de entrada como no de saída dos estudantes.

Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Itu informa que, “ao tomar conhecimento do caso, acionou o Conselho Tutelar, o Ministério Público e a Polícia para que as devidas providências fossem adotadas. As atividades da escola ocorrem normalmente nesta quarta-feira (24). Diante do caso, a escola reforçou com os alunos ações de cultura de paz e rodas de conversa. A Diretoria de Ensino e a Escola Estadual Victória Marcon Bellucci reiteram a inteira disposição em continuar colaborando com as investigações das autoridades sobre o caso“.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Senado deve garantir que nome ao STF seja comprometido com agenda anticorrupção, diz Moro

Após lesão em amistoso da seleção, Neymar é cortado da Copa América

Prefeitura adota medidas de segurança para reduzir ocorrências em escolas municipais

‘Espero que o governo da Venezuela mude rapidamente’, diz Bolsonaro em Davos

Laudo conclui que viaduto não tem risco de queda, mas Prefeitura notifica Dnit

Com reforma da Previdência e privatizações, Doria espera R$ 140 bi em investimentos em SP