Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Acusado de atropelar e matar garoto de 4 anos na zona sul de SP é preso: não prestou socorro

Postado em: 23/01/2020

Compartilhe esta notícia:

Policiais do 80º DP (Vila Joaniza), prenderam nesta terça-feira (21), o homem acusado de atropelar e matar o menino Kayque Pietro Ferreira da Silva, 4 anos. O caso ocorreu no último dia 13. 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, gestão João Doria (PSDB), a detenção ocorreu após a Justiça acatar o pedido de prisão temporária, que dura cinco dias e pode ser prorrogada por igual período. O delegado Pedro Luís de Souza é o responsável pelo caso. 

Sem carteira de habilitação e dirigindo um Volkswagen Gol prata, o suspeito, de 27 anos, invadiu uma festa de aniversário que acontecia na borracharia do pai da vítima, instalada na região de Campo Grande (zona sul). 

O carro atingiu uma criança e uma mulher que estavam no local, depois prensou Kayque contra a parede. O menino não resistiu. 

A mulher de 25 anos machucou o pé na ocasião, foi para o hospital e teve alta médica no mesmo dia. A prima de Kayque, de três anos, que também foi pega pelo automóvel, continua internada no Hospital Geral de Pedreira (zona sul). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o quadro dela é considerado estável. 

O acusado fugiu sem prestar socorro aos atingidos. Segundo testemunhas ouvidas pela polícia, o suspeito saiu em alta velocidade e aparentava estar "muito louco" e "possivelmente sob efeito de drogas". 

O motorista já havia sido preso e condenado por roubo e porte ilegal de arma. Ele cumpria pena em liberdade. Um dos requisitos era manter-se em casa após às 22h, o que foi desobedecido. Os atropelamentos aconteceram por volta da 1h.

Kayque chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas a morte dele foi constatada no local.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro assina MP com crédito de R$ 20 bilhões para vacinação

Catadoras de recicláveis encontram equipamento furtado de Santa Casa

Estudo de Harvard diz que cloroquina eleva risco de morte em casos de Covid-19

Sorocaba ganhará Rede de Proteção e Bem-Estar Animal

Sorocaba é alvo de operação da PF e Anac; ação combate crimes de perigo à aviação

Hospital Albert Einstein afastou 348 profissionais e tem 13 internados por coronavírus