Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

A metade da laranja e a Campanha da Fraternidade - veja a coluna semanal de Vanderlei Testa

Foto: Vanderlei Testa
Postado em: 27/02/2021

Compartilhe esta notícia:

Por Vanderlei Testa

 

Quando descascamos uma laranja e ofertamos a metade a quem está a nossa frente ou do lado, temos a opção de ficar com a parte mais doce ou a mais seca. Digo isso porque já aconteceu comigo.

 

A comparação que faço da laranja é para afirmar que na vida também podemos optar em oferecer o melhor ao nosso próximo. Se deixarmos o egoísmo tomar conta do nosso ser, vamos dar a secura do nosso coração, como na laranja. Se deixarmos a bondade ser a luz que imana do eu interior, certamente a doçura dos nossos atos chegará a quem amamos.

 

A Campanha da Fraternidade na Arquidiocese de Sorocaba vem sendo orientada por dom Julio Endi Akamine com doçura, sabedoria e discernimento. Os cinco vídeos gravados por dom Julio estão disponíveis em seu canal do Facebook. Eles explicam a posição oficial de dom Julio. É a parte doce da laranja que ele nos proporciona para, unidos na oração, entendermos o real significado da campanha.

 

Há 50 anos a arquidiocese de Sorocaba realiza sob a orientação do bispo, em todas as gestões dos antecessores, a doçura dos temas discernidos nesta CF. Em 2021 tem havido sentimentos adversos na atual campanha. Respeitamos, mas com discernimento, pensamos que o lado egoísta ou intempestivo de alguns prefere dar a parte seca da fruta aos seus amigos internautas. Não é criticando negativamente que se constrói unidade. O posicionamento positivo, interagindo com a verdade da mensagem da Campanha da Fraternidade Ecumênica “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, busca fazer uma unidade”, enriquece nossa fé.

 

O Conselho de Leigos da Arquidiocese de Sorocaba, presidido por Maria Regina Soares Fernandes, tem compartilhado a mensagem da CF de Dom Julio Endi Akamine nas redes sociais. Todos os membros do Conselho estão irmanados na proposta da Campanha da Fraternidade que o clero da arquidiocese está passando aos seus fiéis das paróquias sob a orientação de Dom Julio.

 

Dom Julio comentou com objetividade em artigos publicados recentemente: A atuação da Arquidiocese na promoção da justiça social se dá principalmente através da formação da consciência ética em vista da vida em sociedade. Nesse sentido, a Campanha da Fraternidade tem se revelado como uma forma eficaz de a Igreja propagar o Ensino Social não só entre os fiéis, mas também entre de outras Comunidades Eclesiais e as pessoas de boa vontade.

 

A Campanha da Fraternidade exprime bem o senso de catolicidade da Igreja: sem abdicar de seu sentido religioso de conversão pessoal, sem deixar no esquecimento o que é próprio do catolicismo, interpelam também os irmãos de outras igrejas, os membros de outras tradições religiosas e os ateus a se envolverem na quaresma – algo tão católico! – tomando parte do seu empenho pela elaboração, realização e acompanhamento de políticas públicas em vista da construção de uma sociedade humana, fraterna e queridas por Deus. Nesse sentido, a Campanha da Fraternidade constitui um programa de formação anual e continuado, realizado em todas as dioceses do Brasil voltado para todos os fiéis e para os agentes sociais tanto no seu aspecto teórico quanto prático.

 

A Arquidiocese de Sorocaba está comprometida concretamente com muitas ações sociais que decorrem do Evangelho.

 

www.facebook.com/domjulioendiakamine e www.facebook.com/conselhodeleigossorocaba


Vanderlei Testa é jornalista e publicitário; escreve aos
sábados no Jornal Ipanema e no www.facebook.com/artigosdovanderleitesta

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Romaria de Aparecidinha é adiada pela segunda vez por causa da pandemia do novo coronavírus

Crises de dor de cabeça podem ser agravadas na quarentena, alerta médica

Aplicativo gratuito oferece informações sobre horários do transporte coletivo

Celulares de Bolsonaro também foram alvo de hackers, diz Ministério da Justiça

Sorocaba quer abrigar Núcleo de Apoio à Pessoa com Doença Rara

Jovens expõem pé de maconha na janela e acabam detidos pela PM