Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

A carta esperada dos Correios - veja a coluna semanal de Vanderlei Testa

Foto: Betinho e família e sua lembrança dos Correios
Postado em: 20/02/2021

Compartilhe esta notícia:

Por Vanderlei Testa

 

A carta esperada dos Correios chegou. A aposentadoria merecida do Betinho. O casal Carlos Alberto Silva Betinho e Marilda Tondato da Silva é merecedor de elogios. Eles são gentílicos. Quem nasce em Valentim Gentil, estado de São Paulo, recebe a naturalidade de ser um Valentim-Gentilis ou chamado de gentílicos.

 

Betinho e Marilda, na vida conjugal são gentis e exemplo de pais. Há anos conheço esses amigos gentilis. Tudo começou em nossas corridas na AASP- Associação Atlética Santi Pegoretti.

 

A história do Betinho e Marilda em sua cidade natal gerou amizade, namoro, noivado e casamento em 1990. O emprego transformador da vida profissional do Betinho foi conquistado nos Correios. Depois de aprovado em concurso em abril de 1986 e começar no Correios da sua cidade, ele teve a marcante ajuda da sua amiga Fátima Caligiuri. Ela foi a líder do grupo de funcionários em Valentim Gentil e quem motivou Betinho a participar do concurso.

 

Gratidão eterna do jovem que teve as portas profissionais abertas e conquistou tudo para a sua família com trabalho e comprometimento.

 

Passados 35 anos, em 27 de fevereiro de 2021, Carlos Alberto Silva Betinho se aposentou. Recebeu um diploma dos Correios em homenagem à sua trajetória profissional com o reconhecimento e mérito da assinatura de Pedro Orestes Toledo, Superintendente Estadual de São Paulo, interior, dos Correios.

 

A cidade de Valentim Gentil tem sua economia na indústria moveleira com dezenas de empresas gerando empregos e desenvolvimento. Sua data de fundação é três de maio de 1943 - (77 anos). Tinha o antigo nome de Jacilândia. Em tupi-guarani quer dizer "Terra da Lua", antigo nome do município, por ter uma bela vista de seu morro para a lua. Teve o nome mudado para Valentim Gentil em 1947, como homenagem a uma personalidade pública que se destacou na cidade e na sua industrialização. Marilda e Betinho se orgulham de sua cidade.

 

Os 35 anos nos Correios fez do Betinho um ser humano e profissional admirado nas agências onde trabalhou. Em Sorocaba, onde constituiu sua família, Betinho é uma luz que ilumina centenas de pessoas. Solidário e atuante comunitário na ajuda ao próximoBetinho realiza com sua esposa atos beneméritos humanitários.

 

A rua onde moro não tinha CEP até 2018. As correspondências que me eram enviadas causavam transtornos no recebimento. Apesar dainúmeras tentativas em conseguir o número de endereçamento postal que fiz em várias instituições públicas, nada resolvia. Um dia comentei com o Betinho sobre o CEP da minha rua. Foi uma bênção. Em pouco tempo, lá estava a carta informando oficialmente o tão desejado número que ajudou todos os moradores da rua Clara Lippel Seifert.

 

Agora o casal que gosta praticar corrida de rua, aproveita para fazer os seus desafios em provas que alcançam até a maratona. Saúde não falta a eles que sabem o valor da qualidade de vida com a prática de esportes.

 

Vanderlei Testa é jornalista e publicitário; escreve aos sábados no www.jornalipanema.com.br/opinioes e www.facebook.com/artigosdovanderleitesta  

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Governo Doria lança “Nossa Casa” e construirá 60 mil moradias de interesse social

Loteca pode pagar o maior prêmio da história; apostas são válidas até às 14h

Por 17 votos a 2, Câmara arquiva pedido de morador para cassar Crespo

Motorista perde controle de direção e invade canteiro de avenida na Zona Leste

Crespo passa a ser investigado na “Casa de Papel” por suspeita de fraudes

Brasil é o 4º país que mais produz lixo no mundo, diz WWF