Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

A Arca de Noé e a Arca de Sorocaba

Postado em: 27/07/2019

Compartilhe esta notícia:

Por Vanderlei Testa

A história bíblica conhecida em todo o mundo mostra a finalidade da arca de Noé.

A iniciativa de construir uma embarcação para a proteção do dilúvio enunciada no livro Gênesis, já se transformou em filmes, novelas e documentários. Claro, também, que serve para servir de inspiração para ações de filantropia, como a entidade Arca fundada na França e atualmente presente em 38 países e 144 comunidades.

Fui à uma festa junina de condomínio em Sorocaba organizada pelos moradores. Entre eles, a Bia e o Fernando Negrão, Amarildo, Paulo e Patricia Vernaglia e outros mais de 100 casais participantes. Bandeirolas esticadas, famílias reunidas, crianças brincando naqueles infláveis de pula-pula, muita alegria em volta da mesa de doces caipiras da época.

Bolo de fubá, paçoquinha, amendoim, canjica, arroz doce e por aí vai. Música tocando na caixa de som até pifar e parar. Conversas animadas em grupos de moradores da comunidade que organizou o evento.

Nas barracas de comes e bebes, uma era a do pastel, com sabores de carne, queijo, palmito e especial.

width=1280
Foto: Barraca de pastel da Fundação João XXIII- Rádio Cantate

Para angariar recursos, quem tocava essa comilança típica dos sorocabanos era a turma de voluntários da Fundação João XXIII, entidade que cuida de projetos sociais e da rádio Cantate.

Casais envolvidos no esticar as massas e caprichosamente inserir os ingredientes a pedido dos moradores.

Acabei por experimentar duas unidades de pastéis quentinhos e fritos na hora bem sequinhos. Estava uma delícia! Já no salão, duas panelas com quentão e vinho quente, preparados pela família da Renata Alvarenga e servidos como cortesia, enchiam os copos de isopor a todo instante. Aí, foram três doses saborosas que tive o prazer de beber.

Em uma cozinha no local, vi que havia algumas pessoas com uma camiseta com um logotipo Arca. Tinha jovens também trabalhando em servir no balcão da ArcaEm frente ao guichê de entrega, o cartaz anunciava lanche de pernil.

Parei para conversar com a senhora que controlava a venda dos tickets em prol da entidade Arca. Nunca tinha ouvido falar ou lido algo a respeito dessa instituição. Claro que também perguntei o que era a Arca. A Silvia Lovisi, é o nome dela, me informou sorridente e orgulhosa de estar nessa missão de amor fraterno, que me enviaria um material explicativo com detalhes da Arca.

width=3024
Foto: Beatriz Cassaro na entrega do lanche é uma das jovens atendidas na ARCA

Com os cupons do vale lanche fui até a jovem que me atendeu, toda feliz. É a mocinha da foto que ilustra este artigo.

Depois de ter me alimentado com um dos melhores lanches de pernil de todas as festas juninas que participei na vida, fiquei observando como esses abnegados voluntários trabalham felizes.

Cortando os pães, preparando o pernil nas panelas com o tempero manipulado com as mãos abençoadas de cada homem e mulher que se dedicam a cuidar de pessoas, com e, sem deficiência intelectual.

Bem, isso faz parte da segunda parte deste texto.

O que é a ARCA

Pesquisando e conversando sobre a Arca com a Silvia Lovisi, passo adiante este artigo para que juntos possamos divulgar e compartilhar mais esta comunidade integrante de uma federação internacional. Elas se comprometem, umas com as outras e, se fortalecem na fé e na interreligiosidade.

A missão dos voluntários da Arca é acolher pessoas com deficiência intelectual, excluídas da sociedade, para resgatar a dignidade e fazer de cada uma,única como ser humano, digno de respeito e carinho.

A equipe da Arca caminha junto com as famílias dos atendidos com deficiência intelectual. Essa visão acaba por construir lares mais felizes numa convivência harmoniosa com as pessoas.

E nessa linha de ação, os valores humanos são explicitados numa comunidade de fé. A oração e a confiança em Deus norteiam aqueles que são atendidos pela Arca.

Essa aliança de amor conforme diz a filosofia da entidade constrói na perseverança e fidelidade do respeito mútuo o crescimento dos atendidos na Arca. Deixam de se isolarem e passam a viver com vizinhos e familiares e amigos, destacam os voluntários que dizem também que é um processo de inclusão dos deficientes na sociedade.

A Associação Beneficente Amigos da Arca de Sorocaba promove trabalhos de oficinas terapêuticas com jovens e adultos com deficiência intelectual em sua sede em Sorocaba, na av. Santos Dumont, 100.

E se a Arca de Noé cumpriu sua missão, a Arca em Sorocaba também o faz, transportando pessoas para os braços da solidariedade do amor verdadeiro, manifestado por voluntários que se dedicam, como nesta festa junina que participei, a viver com o seu testemunho o serviço humanitário.

Parabéns aos voluntários da festa: Fabia Leandro Leite Pomar e Luciano DetogniPomar, Fátima Leandro Leite Gomes e Sandro Rogério Gomes, Silvia Lovisi, Fausto Leandro Leite, Beatriz Cassaro, Evandro Antonio Pereira.

 

width=2576

Vanderlei Testa, jornalista e publicitário, escreve aos sábados no www.facebook.com/artigosdovanderleitesta e www.jornalipanema.com.br/opiniões.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ônibus Rosa atenderá pacientes ao lado da carreta da mamografia neste sábado

Bolsonaro diz que vai chamar Moro para Ministério da Justiça ou STF

"Coringa" discute sociedade afetada por processos históricos de violência e abandono social

Jovem morta pelo agente penitenciário será sepultada em São Bernardo do Campo

Mais de 1.400 cidades americanas perderam jornais locais nos últimos 15 anos

Bolsonaro sinaliza recuo, mas filho diz que indicação a embaixada está mantida