Por Gabriel Bitencourt

Tenho falado e escrito bastante sobre esse assunto.

O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, permite o consumo de 14 agrotóxicos proibidos em quase todo o planeta e isso é um fato notoriamente sabido.

Não bastasse essa nódoa socioambiental para nosso país, recentemente, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu liberar o uso do Benzoato de Emamectina. Este agrotóxico estava proibido por conta de sua elevada neurotoxidade àqueles que têm contato direto com o produto e por suspeitas de provocar malformações.

Mesmo diante desta realidade, tramita na Câmara dos deputados o chamado Pacote do Veneno que tende a piorar muito a relação desses produtos com o meio ambiente e a saúde.

Por outro lado, a reação da sociedade vem se avolumando.

Cientistas de renomadas instituições como a Fundação Oswaldo Cruz, o Instituto Nacional do Câncer; importantes entidades como o Ministério Público Federal, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e algumas centenas de entidades ambientalistas têm apontado o elevado risco que a aprovação deste projeto representa.

Na Câmara dos deputados, algumas vozes têm representado essa resistência, porém, a chamada “bancada ruralista” tem uma grande representação e, portanto, a reação dos parlamentares e seus respectivos partidos necessita ser ampliada.

Deputadas e deputados do PSOL, PCdoB e PT têm se destacado nesta luta, porém, soube, através do deputado Jefferson de Campos que a bancada de seu partido na Câmara dos Deputados, o PSB, repudiou a proposta contida no projeto de lei por meio de uma veemente moção.

É necessário, porém, fortalecer a resistência nas redes sociais, assinando as petições que têm circulado – aquela promovida pelo movimento denominado “chega de agrotóxicos” ultrapassou um milhão de assinaturas -, e exigir a manifestação dos deputados e que eles, a exemplo do PSB, busquem “fechar questão” em suas respectivas bancadas contra a aprovação deste verdadeiro atentado contra a vida.

Assine: https://www.chegadeagrotoxicos.org.br/

2 Comentários

  1. Respeito às opiniões, mas gostaria que o Gabriel Bitencourt apresente alguma pesquisa oficial de que os agrotóxicos, se utilizados corretamente, são cancerígenos .
    E também qual a solução milagrosa de produzir alimentos para o mundo todo sem utilização de agrotóxicos?

  2. É preciso criar bancos de sementes sadias e não modificadas para que a vida no planeta tenha continuidade .Não sei se o Documentário era recente , mas depois de movimentos contra os agrotóxicos e sementes modificadas ,que só deram prejuízo aos agricultores India e Havaí estão fazendo movimento para recuperar sementes sadias e antigas do povo ,para combater essa invasão para acabar com a alimentação sadia do planeta . Os povos desses países foram ludibriados ,região rural e venderam toneladas de sementes sadias ,que não deram em nada ….o restante do Documentário ,é bom assistir para que se tenha noção do que está acontecendo por aí .

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.