Foto: Reprodução

Por Gabriel Bitencourt

Os canudinhos de plástico se tornaram um grave problema ecológico.

Eles representam 4% de todo o lixo plástico produzido no mundo. Apenas nos Estados Unidos da América são consumidos 500 milhões de canudinhos plásticos por dia.

Segundo a ONG Ocean Conservancy, com sede naquele país, este foi o 7º item mais coletado nos oceanos em todo o mundo, em 2017.

Para sua produção se gastam poucos segundos, para seu uso, em média, se levam 4 minutos, mas para sua decomposição no meio ambiente são necessárias algumas centenas de anos.

Mas, será que eles são o principal problema relativo à poluição provocada pelos plásticos? Evidentemente que não, porém, por ser um objeto que pode, facilmente, deixar de ser usado no dia a dia, serve como emblema da importância de mudarmos os hábitos que temos e que agridem o meio ambiente.

No caso dos plásticos, estima-se que 50% da produção são de uso único e de descarte imediato. Uma vez nos oceanos, são responsáveis pela morte de um milhão de aves marinhas e 100 mil mamíferos, por ano.

Nossa expectativa é de que o debate e até as recentes leis proibindo seu uso propiciem a reflexão sobre a necessidade de outras atitudes que objetivem combater a poluição produzida pelos plásticos.

Sorocaba, além de algumas outras grandes cidades no Brasil, está em vias de aprovar um projeto de lei proibindo sua comercialização.

A atitude legislativa está em perfeita sintonia com uma forte demanda socioambiental da sociedade.

Com o avanço destas legislações restritivas o mercado vai se adaptando e produzindo alternativas não agressivas ao meio ambiente, mas a pergunta que faço é: e você, o que está fazendo sobre isso? Vai esperar uma lei ou já tem tomado atitudes para reduzir o uso de plásticos?

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.