Foto: Reprodução Facebook

FOLHAPRESS

O músico Gene Simmons, líder da banda Kiss, foi processado por assédio sexual na sexta (15) por uma jornalista de rádio e televisão americana. As informações são do jornal “San Bernardino Sun”.

O caso teria ocorrido no início de novembro, durante uma entrevista realizada com Simmons e Paul Stanley, também integrante da banda, no restaurante San Manuel Casino, na Califórnia.

Segundo informações do processo, o músico segurou as mãos da mulher e as colocou em seu joelho de forma forçada. Ele teria ainda respondido às perguntas da jornalista com insinuações sexuais e batido em sua garganta.

“Minha cliente se sente envergonhada e humilhada com o incidente”, disse o advogado da vítima, Willie W. Williams, ao jornal. “Ela entrou com o processo porque queria fazer um forte relato dizendo que esse tipo de comportamento é inaceitável.”

Williams disse que a mulher deseja ter a identidade preservada. No processo, foi identificada com o nome fictício de Jane Doe.

Após a entrevista, durante um outro evento, Simmons teria novamente se insinuado para a jornalista, tocando em suas nádegas.

A publicação não conseguiu localizar representantes do cantor para comentar as alegações. Simmons não se pronunciou nas redes sociais sobre o processo.