Justiça derruba liminar que proibia peça teatral de Jesus na pele de transexual

Foto: reprodução/Facebook

Gustavo Fioratti, FOLHAPRESS

A liminar que proibia a apresentação da peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” no Sesc Jundiaí foi derrubada. A decisão foi tomada nesta terça-feira (3) pelo desembargador J.L. Mônaco da Silva.

A peça, que retrata Cristo na pele de uma transexual, estava sob censura da Justiça, especificamente na cidade do interior paulista, desde o último dia 15, após manifestações de instituições religiosas.

No documento que proibia a peça, o juiz Luiz Antonio de Campos Júnior disse que “o que não pode ser tolerado é o desrespeito a uma crença, a uma religião, a uma figura venerada no mundo inteiro”.

Como a liminar só determinava o veto em Jundiaí, a peça continuou sendo apresentada em unidades do Sesc em outras cidades (como São José do Rio Preto e Santo André). Também houve sessões no festival Porto Alegre em Cena, na capital gaúcha, no fim do setembro.
Segundo o Sesc, com a anulação da decisão da liminar, uma nova apresentação da peça será programada para os próximos dias (ainda sem data definida).