Com a atual temporada de Copa do Mundo, muitos consumidores se sentem prejudicados em diversas relações comerciais, envolvendo a compra, por exemplo, de televisões, sofás, alimentos, entrou outros, e acabam sendo vítimas de práticas abusivas dentro destes ambientes. Com isso, o Procon Sorocaba, órgão ligado à Secretaria do Gabinete Central, da Prefeitura de Sorocaba, fornece algumas orientações para quem quiser aproveitar os jogos sem problemas.

A atenção aos preços cobrados em locais de alimentação e lazer, bastante frequentados por torcedores em dias de jogos da Seleção Brasileira é uma das principais dicas, pois, apesar de alguns locais fornecerem um preço aparentemente abaixo da média, podem resultar em um grande prejuízo, com estes fornecendo diversas outras coisas acima do preço, logo após você pagar o valor de entrada do local.

Na compra de televisores para assistir aos jogos, sofás, geladeiras, pipoqueiras, aparelhos de home theater, entre outros utensílios para ter uma Copa memorável, a dica principal é a pesquisa de preços e o teste dos produtos no momento da compra, ou do recebimento destes.

Além disso, o consumidor deve também certificar-se quanto à indicação do importador, prazos e garantia da existência do manual de instruções em língua portuguesa.

O superintendente do Procon Sorocaba, Laerte Molleta, enfatiza a importância da atenção dos consumidores e o armazenamento de todas as informações possíveis relacionadas à compra de qualquer produto. “Os consumidores devem sempre guardar as notas fiscais, folders e prints das telas, pois eles serão necessários para acionar o fornecedor ou a assistência técnica em caso de problemas, ou até para o possível registro de uma reclamação junto ao Procon Sorocaba”, alerta.

Com relação às compras fora do estabelecimento comercial, como pela internet, por exemplo, o consumidor tem o prazo de até sete dias para desistir da compra, contados a partir do contrato ou do recebimento do produto. Este prazo pode ser utilizado em caso de arrependimento da compra, desde que ocorra a devolução do produto.

Outros itens cujo consumo tem um grande aumento neste período são os alimentos. Neste caso, o consumidor deve atentar-se aos preços e também à qualidade, que podem variar de um estabelecimento para o outro, além de manter a atenção à data de validade destes que são conhecidos como “comes e bebes”.

Couvert, petiscos e denúncias

Já para os consumidores que pretendem assistir aos jogos em bares e restaurantes, a dica do Procon Sorocaba é de que fiquem atentos a algumas cobranças, pois, por mais que inicialmente pareçam comuns, devem ser previamente informadas aos consumidores. É o caso, por exemplo, do couvert artístico e de petiscos servidos antes do prato principal.

Em casos de cobrança por perda de comanda, o Procon Sorocaba informa que esta prática é abusiva, pois, o estabelecimento comercial é o responsável pelo controle de produtos consumidos, e esta responsabilidade não pode ser atribuída ao consumidor.

O consumidor que observar tais práticas pelo município pode denunciar através de diversos canais de atendimento fornecidos pelo Procon Sorocaba: o aplicativo Procon Sorocaba, o telefone 151, a Central de Atendimento no site da Prefeitura de Sorocaba, ou atendimento presencial junto a uma das unidades Procon Sorocaba.