A vereadora Iara Bernardi (PT Sorocaba) utilizou a tribuna da Câmara Municipal durante a sessão ordinária desta quinta-feira (24) para anunciar que o Coordenador de Saúde Mental da Prefeitura Municipal de Sorocaba, Carlos Eduardo Zacarias, foi exonerado de seu cargo de confiança. A confirmação da exoneração foi feita por várias pessoas à equipe da parlamentar.

A exoneração teria sido em decorrência da denúncia do FLAMAS (Fórum de Luta Antimanicomial de Sorocaba), de que Zacarias é sócio-proprietário do Hospital Vera Cruz e da empresa VCR Administração e Participações, que é dona do terreno e do prédio onde se encontrava o Hospital, empresa essa que cobra da Prefeitura Municipal o valor de cerca de R$ 7 milhões de reais, referentes ao período em que a Prefeitura administrou o Vera Cruz e se utilizou, portanto, da estrutura do prédio. Na interpretação do FLAMAS, haveria um nítido conflito de interesses.

A denúncia foi tornada pública pelo FLAMAS em audiência pública realizada no sábado (19), na qual se tratou da Luta Antimanicomial e Política Pública de Álcool e Droga. “Independentemente da exoneração de Zacarias, eu já solicitei uma avaliação por parte da consultoria jurídica da Câmara sobre a existência de conflito de interesse nesse caso”, diz Iara.