Sorocabano de 22 anos morre de febre amarela em Minas Gerais

Saúde reforça importância da vacinação, que é oferecida nos postos de saúde / Foto: Rafael Neddemeyer/Fotos Públicas

Um sorocabano morreu de febre amarela em Minas Gerais. A informação foi divulgada nesta manhã de terça-feira (27), por meio da Secretaria de Saúde de Sorocaba. A vítima era um homem, tinha 22 anos e contraiu a doença na cidade de São João Del-Rei, onde estava internado.

Sorocaba registra atualmente 23 notificações de febre amarela, sendo 1 em investigação, 18 descartados e 4 caso importados confirmados, sendo um deles o que chegou ao óbito. Até o momento, o município não registra nenhum caso autóctone, ou seja, nenhum caso confirmado dentro da área territorial de Sorocaba. As outras três pessoas em que foram registrados os casos importados são das cidades: Mairiporã (SP), Tapiraí (SP), Piedade (SP).

Procura por vacinação está baixa

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Saúde (SES), reforça a importância da vacinação contra a febre amarela na cidade. Atualmente, 32 Unidades Básicas de Saúde realizam a vacinação para a toda população. Segundo a Vigilância em Saúde do município, a procura está sendo muito baixa e há desperdício de doses, pois após a abertura do frasco, o mesmo possui validade de seis horas. No dia 19 de março, a Prefeitura ampliou o horário de vacinação para aumentar o acesso da população à vacina, mesmo assim, a procura continua baixa. A Vigilância em Saúde também alerta que o vírus da doença continua circulando em área silvestre e toda a população de Sorocaba deve ser vacinada, com exceção das pessoas que possuem contraindicação da vacina.

Para a enfermeira e chefe da Divisão da Vigilância Epidemiológica, Daniela Malaquias, é preciso que a população se conscientize e procure uma UBS para se imunizar. “Quando a vacina era limitada sob a orientação da Secretaria do Estado, houve uma busca desenfreada pela dose. Agora que temos 32 pontos vacinando durante o horário de funcionamento da unidade, os cidadãos acabam não procurando a imunização”, explica Daniela.

As UBSs Cerrado, Márcia Mendes, Wanel Ville, Barão, Maria Eugênia, Nova Esperança, Angélica, Maria do Carmo, Habiteto, Paineiras, Ulisses, Cajuru do Sul, Sabiá, Barcelona, Escola e Santana estão programadas para vacinar a população das 7h às 16h30. Já as unidades Simus, São Guilherme, Sorocaba I, Rodrigo, São Bento, Carandá, Fiori, Mineirão, Nova Sorocaba, Laranjeiras, Vitória Régia, Aparecidinha, Brigadeiro Tobias, Haro, Hortência e Éden realizarão a vacinação das 7h às 18h30.

Até o dia 16 de março, 156.899 pessoas foram imunizadas. A meta é que 87% da população de Sorocaba seja imunizada e o encerramento da campanha está previsto para início do mês de maio de 2018. A vacina não é indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses, pessoas com história de uma ou mais manifestações anafiláticas após ingestão de ovo e imunodeprimidos.

Para se vacinar, o cidadão deverá procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência e levar consigo o documento de identificação com foto e a carteirinha de vacinação. O endereço das 32 UBSs podem ser consultados no site: http://saude.sorocaba.sp.gov.br/destaques/unidades-basicas-de-saude.