Foto: Divulgação Secom

Por Gustavo Ferrari

A Santa Casa de Sorocaba, por intermédio do padre Flávio Jorge Miguel Jr., protocolou, na tarde desta quarta-feira (13), um documento ao governo do prefeito José Crespo (DEM) demonstrando interesse em assumir a gestão da UPH da Zona Leste, numa transição com o Banco de Olhos de Sorocaba (BOS), que deixará a unidade, após término contratual programado para o dia 14 de julho.

Pessoa ligadas à Santa Casa confirmaram ao Ipa Online o protocolo na Prefeitura. Coincidentemente, na tarde desta quarta, a secretária da Saúde, Marina Elaine Pereira, durante audiência pública de apresentação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), na Câmara Municipal, disse, que, na quinta-feira (14), se reunirá com a promotora Cristina Palma, na intenção de verificar a possibilidade de se manter um contrato emergencial com o BOS na unidade; porém, as mesmas pessoas disseram que o BOS não tem mais interesse numa possível prorrogação contratual.

A Santa Casa cederia médicos e funcionários à UPH da Zona Leste, e tentaria um acordo com o BOS, para utilizar o imóvel e os equipamentos da unidade. As conversas entre as duas instituições chegaram a ser iniciadas.

Conforme dados da Santa Casa, atualmente, cerca de 48% dos pacientes atendidos no hospital são do pronto-socorro, o que demonstra, na prática, a necessidade de a Zona Leste manter a UPH em funcionamento.

9 Comentários

  1. A prefeitura deveria alugar os prédios anexo ao UPH e ampliar o atendimento a população e não fechar a unidade existente.
    Prefeito deveria pensar mais nas necessidades da população carente e deixar de ser mesquinho.
    Parabéns à Santa Casa pela iniciativa.

  2. Que bom que a Igreja assumiu cuidar da Santa Casa,Parabéns ao padre Flavio e Dom Julio. Rezemos por aqueles que não conseguem ver o agir de Deus nesse trabalho.Não basta abrir os olhos,para ver a verdade é preciso abrir a mente 🙏🏻

  3. Esse se diz católico mas acho que nunca entrou numa igreja,criticar o padre fravio é fácil,sem saber como ele pegou a Santa casa , e pior ainda achar que ele vai resolver tudo com um passe de mágica,em apenas alguns meses de trabalho,sem saber da roubareira q aconteceu na Santa casa a anos ,e entrou e saiu prefeito e nunca resolveram o problema , Agora vem esse cidadão no mínimo alucinado, criticar uma pessoa idônea como o padre,acho q ele acha q estava bem com o fasibem a frente da Santa casa na verdade acho q ele nem sabe quem é esse sujeito,e acho q é um daqueles que acha q o governo temer está ótimo

  4. Juliana e Cesar, que pena, além de não contribuirem para o bem ainda inflamam o mal…o mundo já está cheio dele não precisamos de mais maldade da língua. E Cesar, irmão, se é católico mesmo lembra do que diz Tiago no cap.3 ? (…da mesma lingua saem benção e maldição), converta-se!

  5. Aplausos em pé ao Padre Flávio, entregaram a ossada da Santa Casa e ele está fazendo a reconstrução. Prova que com vontade tudo é possível. Excelente nome para Secretário da Saúde, melhor ainda para Prefeito. Limpar essa vergonha das três últimas administrações.

    • Infelizmente não é possível a um ministro ordenado (sacerdote) exercer múnus de cidadão comum (segundo o Cânon da Igreja), mas podem surgir no futuro, irmãos católicos que terão condições de serem Secretários e Prefeitos, eu creio e aposto nessa ideia,

    • Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui” (Lucas 12:15).

      “A mansidão e a humildade são as virtudes mais queridas aos olhos de Deus e dos homens.”
      Santo Antônio

      “A fingida caridade do rico não passa, da sua parte de mais um luxo”
      Jean-Jacques Rousseau

      Fazer caridade dentro de um castelo luxuoso como O santuário de São Judas é fácil.
      Quero ver a coragem de fazer o mesmo no interior das favelas. O amor da caridade nao é só dar o remédio, mas sim ter a coragem de beijar a ferida do leproso.

      Acho que serve ao padre.

  6. Quando eu falei que esse padre gosta é de dinheiro fui criticado por alguns.
    Ele não conseguiu resolver as questões da sta casa mesmo com aumento de repasse da prefeitura. Faltam leitos e sobram pacientes nos corredores.
    Com a irresponsabilidade do Alcaide Crespo em deixar o sistema de urgência e emergência beirando o caos, aparece quem? O “padre” vestido de falso cordeiro e Salvador.
    Isso chama-se oportunismo, deixar o caos se instalar para depois ser a salvação.
    Padre, sou católico e volto a afirmar sua igreja diocesana mundana é linda lá no central Parque. Porém uma igreja porziuncola faria arrebanharia muito mais almas a salvação.
    Assim como o ferrugem destrói o metal, sua alma esta sendo destruída pela avareza.
    Surprende-me Dom Júlio a conivência.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.