O DEDA QUESTÃO

Quando o prefeito voltou do seu período de cassação, escrevi neste blog que Crespo e seu governo haviam mudado em vários aspectos menos em um: a presença de Lilian Crespo, esposa do prefeito, primeira dama do município e presidente do Fundo Social de Solidariedade continua extrapolando a sua posição.

Nos últimos meses, Lilian roubou a cena – deixando o prefeito como coadjuvante – ao anunciar a programação dos eventos da empresa Metso em sua ação cultural na cidade; deu o chute inaugural do Cruzeirão (o mais tradicional torneio de futsal da cidade); fez discurso na inauguração do parque na região do Abatiá.

Mas no evento da Toyota na tarde de quarta-feira, sua presença e condecoração do vice-presidente corporativo da multinacional, Percival Maiante, (foto) foi visto como a gota d’água neste comportamento – no detalhe, as mão do prefeito aplaudindo. Porém, apesar de notarem que Lilian Crespo está extrapolando em seu comportamento e, até, constrangendo o prefeito, nenhum secretário e nem um outro assessor ainda teve a iniciativa de falar para o prefeito dessa situação, sugerindo que Lilian Crespo se comporte como se comportaram as ex-primeiras-damas (e também todas presidentes do Fundo Social): com discrição.

No release – um texto que tem como função promover alguma característica ou acontecimento de uma organização ou empresa, como uma inauguração, promoção, prêmio conquistado, divulgação, etc. – oficial da Prefeitura fica claro que o jornalista responsável se “esqueceu” de narrar o comportamento da primeira-dama no evento, valorizando quem deveria ser valorizado: prefeito e secretário.

Leia a íntegra do release: Ao lado do prefeito José Crespo, que garantiu incentivos à Toyota do Brasil Ltda, o vice-presidente corporativo da multinacional, Percival Maiante, anunciou na quarta-feira (2), no sexto andar do Paço, a ampliação da capacidade de produção e a consequente geração de mais 740 vagas de emprego em Sorocaba. Secretários municipais e líderes sindicais também participaram da solenidade.

A ampliação dos trabalhos se deve à criação do terceiro turno na cidade, sendo a primeira unidade na história do grupo a contemplar a nova jornada. A ampliação irá gerar os 740 empregos de forma direta na planta da empresa em Sorocaba.

A geração de empregos resulta de discussões entre a atual gestão e a Toyota que tiveram início em 2017, logo após o anúncio de que a empresa iria investir cerca de R$ 1 bilhão em Sorocaba e devido ao crescimento da produção anual dos veículos fabricados na região.

A expansão da capacidade de produção da empresa será feita para garantir o lançamento do carro Yaris, que será produzido em Sorocaba. As unidades de Sorocaba e Porto Feliz, que também recebeu o anúncio da ampliação, irão comportar essa produção, que atualmente fabrica 108 mil unidades de veículos anualmente e passará a produzir 160 mil, tendo a necessidade do aumento do quadro de funcionários, dos atuais 1979, para 2719, um aumento de 37%, com a contratação para todas as vagas disponíveis.

“Esse foi um momento muito importante que estava em desenvolvimento há muito tempo e hoje pudemos ter o privilégio de anunciar essa conquista para a população. Sorocaba é uma cidade com capacidade sem igual, tem gente qualificada, incentivos fiscais e um cenário ideal para este desenvolvimento”, destacou o prefeito José Crespo.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedeter), Robson Coivo, que acompanhou de perto essa ampliação, a importância da expansão está na geração de empregos. “O foco da nossa secretaria é fazer com que as empresas se sintam atraídas a investir em Sorocaba e a expansão da Toyota representa isso, além de trazer dignidade para as pessoas e que irá fazer com que a cidade cresça”, pontua o secretário Robson Coivo.

O prefeito José Crespo ainda ressalta a importância da Toyota estar dando esse passo em busca do crescimento. “Mais uma vez a Toyota sai na frente na questão de inovação e não fica para trás em tempos de crise, sempre buscando soluções inteligentes para melhor atender a região onde está instalada”, comenta o prefeito.

O anúncio da ampliação ocorreu simultaneamente em todas as esferas (municipal, estadual e federal). Percival Maiante destaca para quem pretende se candidatar às vagas do terceiro turno de trabalho que, como a legislação permite que o terceiro turno seja criado apenas por um período de dois anos, os funcionários que forem contratados não precisam se preocupar, pois poderão ser realocados nos outros dois turnos já existentes.

Os interessados em se candidatar a uma das 740 vagas devem enviar seu currículo para o site da Toyota pelo endereço eletrônico: www.toyota.com.br até o mês de agosto. Não é necessária nenhuma especialização, apenas ter o ensino médio completo. A previsão para o início dos trabalhos em terceiro turno é para novembro deste ano.

Estavam presentes no evento, a presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS), os secretários Eloy de Oliveira (Comunicação e Eventos), Flavio Chaves (Relações Institucionais e Metropolitanas), Luiz Alberto Fioravante (Planejamento e Projetos), Mario Bastos (Educação), Eric Vieira (Gabinete Central), Alexandre Robim (chefe do Gabinete do Poder Executivo), diretores da Toyota, o vereador Fausto Peres, líderes sindicais de Sorocaba e Itu representando a cidade de Porto Feliz.

1 Comentário

  1. Nossa, Deda, você está parecendo dessas comadres que ficam na calçada em frente de suas casas, especulando sobre a vida alheia!
    Qual o problema? Onde a Lei foi desrespeitada?
    Muito mimimi!

Comments are closed.