Por que a oposição consegue se opor apenas ao “jeitão” do prefeito?

O DEDA QUESTÃO

A Prefeitura de Sorocaba publicou edital de pregão presencial chamando as empresas interessadas em fornecer café da manhã e refeição ao gabinete do prefeito Crespo.

A Câmara de Vereadores colocou na pauta da sessão de hoje, mas não chegou a ser votado, projeto do prefeito que regulariza a partir de decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) as folgas de final de semana e férias de prefeito e vice.

Afirmo que todos os prefeitos dos últimos 50 anos (senão de toda a história da cidade) folgaram no dia que desejaram e pagaram pela comida que serviram aos seus convidados. Afirmo, igualmente, que não houve uma mísera manifestação a respeito disso. Era como se a sociedade não soubesse que assim funcionava.

O prefeito Crespo, agindo de acordo com o seu jeito de ser, resolveu colocar tudo isso (férias, folga semanal, comida de reuniões, comida de convidados) dentro da lei e só então a oposição acordou ao problema.

Há uma enxurrada de manifestações em redes sociais que se resumem a essa expressão: “servidores públicos sem reajuste há 2 anos e o prefeito gastando dinheiro com coffee break. Vergonha”. Há uma centena de outros funcionários públicos expondo essa lógica.

Vergonha é ler argumentação tão tacanha.

Quanto ao projeto de regulamentação de folga e férias, me surpreendi com a vereadora Fernanda Garcia do PSOL que, de fato, acha que o prefeito quer folgar como se não folgasse ou, pior, como se não fosse histórica essa folga.

Leiam o que ela afirma: “Quer descansar, prefeito? Amanhã será votado na Câmara Municipal de Sorocaba, o Projeto de Emenda a Lei Orgânica nº 01/2018, proposto pelo prefeito José Crespo, em que ele dá folga tanto para ele mesmo quanto para a vice prefeita em todos os sábados e domingos. E nos casos em que tiver de trabalhar no final de semana, será dado a eles então, o direito de folgar durante a semana.

Lembrando que, Crespo baseou sua campanha com o lema “Bora trabalhar!”. Agora, em menos de quinze meses de mandato, o chefe do Executivo envia este Projeto debochado para que nós vereadoras e vereadores votemos durante sessão ordinária. Votarei contra essa iniciativa, pois tenho o entendimento de que Sorocaba tem muitos desafios para superar, e existem inúmeras responsabilidades que o representante do Executivo não pode se omitir”.

Por que o prefeito quer lei para o que sempre existiu a vereadora não pergunta e revela muito mais sobre si, do que sobre o prefeito e o seu projeto, esse entendimento dela que o prefeito quer folgar, descansar e traiu o seu lema de campanha.

Essas manifestações me levam a uma pergunta: Por que a oposição consegue se opor apenas ao “jeitão” do prefeito?

Foi assim na cassação (lembre leitor que a origem foi um bate-boca dentro de uma sala fechada entre o prefeito e a vice) e tem sido assim desde que ele retornou. O que cria polêmica e faz a oposição gritar são coisas do “jeitão” de Crespo. Por que a oposição não consegue mobilizar expressiva quantidade de contrários à Crespo em razão de seus projetos? Ou ao menos em torno de dois que, entendo, saindo do papel darão a cara que o governo busca: mudança na lógica do transporte público e mudança na lógica do atendimento da saúde.

Perto da indignação do cardápio da refeição do prefeito, onde consta Salmão e Bacalhau, o que se viu de contrariedade contra esses projetos não é nada significativo.

1 Comentário

  1. Esses vereadores que estão sempre procurando se protagonizar num ” EMBATE” com com o prefeito, querem de qualquer jeito ganhar ” notoriedade “. Na verdade, o que lhes falta, além de INTELIGÊNCIA,é bom senso,e PREPARO PARA O EXERCÍCIO DO CARGO . Agindo dessa maneira, o que fica EVIDENTE,é que se trata de edís DESPREPARADOS, BELICOSOS,COM UM DISCURSO HIPÓCRITA, E ACIMA DE TUDO ( se sentem apequenados, e com complexo de inferioridade diante do PERFIL DE GESTOR ARROJADO, EFICIENTE,TRANSPARENTE, E DESTEMIDO do prefeito. Nós estamos cada dia mais surpresos com alguns vereadores que elegemos, e que estes têm dado provas de sua INCURÁVEL MEDIOCRIDADE E IMCOMPETÊNCIA . MAS NO PRÓXIMO ” PLEITO”, IREMOS ( EXCECRÁ-LOS ) DO CENÁRIO POLÍTICO LOCAL .

Comments are closed.