Por Djalma Luiz Benette

Um dia depois do acalorado bate-boca entre os vereadores Manga e Nenê Silvano (leia postagem anterior) por causa da não criação do atendimento de primeiro socorro nos terminais urbanos Santo Antônio e São Paulo – que o prefeito Crespo havia se comprometido com Manga a entregar no Natal passado –, o presidente da Urbes, empresa que gerencia os terminais de ônibus da cidade, enviou ofício com cronograma de obras com a promessa de entregar o referido centro de primeiros socorros no dia 27 de abril próximo.

O que era para ser uma maneira de acalmar Manga, que foi desafiado por Nenê na sessão passada, fez da sessão da Câmara desta quinta-feira local para um desabafo quente de Manga que saiu de sua posição no centro da Mesa do Legislativo, onde ocupa a cadeira de presidente, para ir à tribuna e num discurso de 3 minutos mandar um recado (palavras dele) ao prefeito Crespo que, obviamente, significa ameaça: se não sair o posto de primeiros socorros nos terminais na data apontada, ele fará a maior oposição da história que um prefeito já teve.

Vale lembrar que Manga, na Legislatura passada, tentou emplacar o centro de atendimento de primeiros socorros nos terminais e teve o apoio do então vereador Crespo; teve o apoio do secretário da saúde, mas foi barrado pelo prefeito Pannunzio.

Nessa legislatura, não foi atendido pelo prefeito Crespo, tinha a promessa de que seria atendido pela prefeita Jaqueline Coutinho, no período em que Crespo esteve cassado, e teve a promessa de Crespo de ser atendido até dezembro e nada aconteceu. Daí a provocação de Nenê Silvano na terça passada e a ameaça de Manga na sessão de hoje.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here