Por Cristiane Carvalho

Os moradores das redondezas do Parque das Águas, localizado à margem da avenida Dom Aguirre, Zona Norte de Sorocaba, estão revoltados com a baderna e a sujeira que os jovens deixam no local aos finais de semana.

Imagens registradas por moradores nesta segunda-feira (16)

Uma moradora, que prefere não ser identificada, conta que a situação está se agravando e cada vez mais incomoda os moradores do bairro. “São festas no meio da rua, regada a bebidas, gritaria de jovens e muita sujeira”.

Além do problema de perturbação e sossego, os moradores do local precisam conviver com a depredação do parque, que está em “situação degradante”. “É nojento… Pela manhã gostamos de fazer uma caminhada, levar um filho andar de bicicleta, mas encontramos cacos de vidro, resultado de garrafas quebradas, resíduos de instrumentos utilizados para consumo de drogas, e depredação de bancos e outros aparelhos do parque”.

Há denúncia de que os frequentadores, meninas e meninos de 13, 14 anos, consomem bebidas alcoólicas no local. “A gente vê esses adolescentes com garrafas de vodka, fumando e dançando ao som de música alta e pilotando motos em alta velocidade”.

Em nota, a Prefeitura informou que “está apurando a reclamação dos moradores e que, no próximo final de semana, a Guarda Civil Municipal (GCM) fará um patrulhamento ostensivo para coibir o vandalismo e demais infrações no Parque das Águas”.