UOL/FOLHAPRESS

Pela primeira vez na história, o Brasil terá um representante no programa longo da patinação artística individual da Olimpíada de Inverno. Na prática, isso significa que Isadora Williams disputará uma final de sua categoria em PyeongChang, na Coreia do Sul.

A atleta obteve a maior nota de sua carreira (55.74) na noite desta terça-feira (20), no programa curto, e avançou para a próxima etapa ao lado de outras 23 patinadoras, que ainda estão sendo selecionadas -no total, contando com Isadora, 30 estiveram na disputa.

O programa ainda continua nesta noite, mas, até o momento, a única a obter nota melhor que Isadora foi a norte-americana Bradie Tennell, que fez 64.01 e já conquistou uma medalha de bronze nos Jogos de Inverno de 2018. Ou seja, a brasileira já está garantida no mínimo entre as 20 melhores.

O melhor resultado de atletas brasileiros na história das Olimpíadas de Inverno pertence a Isabel Clark, que conquistou o nono lugar no snowboard nos Jogos de Turim, na Itália, em 2006.