O secretário de Mobilidade e Acessibilidade e presidente da Urbes, Luiz Alberto Fioravante, se reuniu com o juiz Jayme Walmer de Freitas para tratar do projeto que prevê a criação de um canal de comunicação para que a população colabore com a fiscalização de trânsito em Sorocaba. O encontro também contou com a participação do delegado da Polícia Civil, Dr. Fabrício Lopes Ballarini; do subcomandante da Guarda Civil Municipal de Sorocaba, Gabriel Vieira; do diretor de Trânsito da Urbes, Carlos Eduardo Paschoini; e da gestora de Educação para o Trânsito da Urbes, Roberta Bernardi.

Na reunião foram tratados detalhes de como o cidadão poderá registrar a infração e como os órgãos públicos poderão agir, quer seja em um flagrante enviando agentes de trânsito, guardas civis e até a Polícia Militar ao local ou apenas tomando medidas educativas para coibir futuras infrações.

A proposta é ativar uma linha de celular para que, via WhatsApp, a população possa denunciar, tirando uma foto do veículo que está infringindo as leis de trânsito. A prática pode não valer como uma punição oficial, mas será uma alterativa para coibir e, se possível, colaborar com flagrantes. Quanto mais detalhes forem comunicados, melhores serão as chances de coibirmos o infrator.

O serviço ficará à disposição da população ininterruptamente, por onde poderão ser enviadas mensagens e informações a qualquer hora do dia, sendo assegurado o sigilo da identidade dos informantes.

Um próximo encontro está programado para o início de novembro onde serão definidos os últimos detalhes para que o novo Canal de Comunicação possa ser lançamento ainda nesse ano.