O DEDA QUESTÃO

A Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados, um centro de referência nacional na produção e disseminação de análises e estatísticas socioeconômicas e demográficas do Estado de São Paulo) ainda não tem os números de casamento em Sorocaba em 2017, mas os dados de 2016, quando comparados a 2015, apenas confirmam que o sorocabano gosta de se casar. Os matrimônios celebrados em Sorocaba em 2015 foram exatos 5.651 e subiu 1% em 2016 quando foram realizados 5.710 celebrações oficiais, em cartório.

O sucesso da Festa de Santo Antônio, conhecido como o santo casamenteiro da igreja católica, na paróquia do bairro Árvore Grande na manhã de hoje, são indicativos dessa realidade: foram confeccionados 87 bolos, cada um pesando 55 quilos, ou seja, 5 toneladas de bolo, sendo que cada pedaço é vendido a R$ 3.

Festa como essa vem engrossar o fato do casamento ser uma grande indústria no Brasil tendo um forte mercado que movimenta cerca de R$ 15 bilhões por ano entre vestimenta, festa, viagens e outros temas relacionados.

“No período entre 2000 e 2005, seis anos seguidos, a população aumentou 3 milhões de pessoas por ano. Isso significa 18 milhões de pessoas nesses seis anos, que mais ou menos 25 anos depois estarão na idade de casar, portanto a indústria do casamento tem tido uma alimentação de clientes constante em função do crescimento da população”, conta José Luiz de Carvalho, um dos empresários do setor.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.