O DEDA QUESTÃO

O evento realizado em Sorocaba para homenagear o presidenciável Jair Bolsonaro – como o próprio nome diz – deveria ter sido de homenagem, enaltecimento, congraçamento em torno do presidenciável que se recupera da facada que levou e colocou em risco a sua vida. Deveria porque terminou em racha e as pessoas com as quais conversei deixaram bastante claro que o responsável foi o candidato a deputado estadual Danilo Balas.

“O descontrole emocional era visível quando o candidato passou aos seguranças que todos os candidatos e autoridades presentes deveriam subir ao palco, menos o candidato a deputado federal pelo PSL de Sorocaba Dr Vinícius Rodrigues”, me contou um dos participantes.

Com sua família presente ao evento, “Vinícius Rodrigues ficou visivelmente entristecido pelo ocorrido, não reagiu em momento algum e lamentou a atitude desagregadora do colega de partido”, me contou uma outra.

“Pessoas que acompanhavam esse papelão no canto do palco viram o candidato Danilo Balas e sua assessoria aos berros e empurrões contra Vinicius”, me relatou um outro participante do ocorrido.

O candidato ao senado Major Olimpio estava visivelmente desconfortável no palco, insistia com Danilo para não causar esse mal a imagem do partido, sem sucesso.

O vereador Rodrigo Manga, presente no evento, tentou intermediar a situação e também foi vítima dos gritos de Danilo Balas.

“E a multidão cega e gritando mito não percebia a desunião interna”, finalizou uma outra pessoa sobre o ocorrido.

A consequência do fato é que “correligionários do partido afirmaram que o ocorrido deve culminar com a impugnação da candidatura de Danilo Balas e a expulsão do mesmo do PSL, visto que foi dado espaço para candidatos de outros partidos enquanto o candidato do PSL foi proibido caracterizando infidelidade partidária praticada por Danilo Balas”.

Nega responsabilidade

Danilo Balas, sorocabano, policial federal, é professor de tiro de Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável. Num vídeo postado em página do Facebook, o grupo chamado “Direita Sorocabana” afirma que o “Agente Federal Danilo Balas acaba de gravar um vídeo alegando que não foi ele o responsável por proibir nosso candidato Dr Vinicius Rodrigues de participar no evento de ontem junto aos demais candidatos locais, inclusive de outros partidos”.

Falta com a verdade

Porém, o grupo “Direita Sorocabana” contesta mostrando um outro vídeo explicando que nele “é possível ver Danilo ordenando ao seu segurança Montanha que não deixasse nosso candidato (Vinícius Rodrigues) subir, enquanto ainda o ofende como “sem vergonha”. E vai mais além: “Danilo promoveu um ato deplorável ontem, e promove outro hoje faltando com a coragem mínima de assumir seu erro e pedir desculpas publicamente a todos os patriotas pelo seu comportamento”. Eles concluem: “Até quando Balas vai faltar com a verdade?”