Por Celso ‘Marvadão’ Ribeiro

Você é velho de Sorocaba se conhece este palacete construído em 1890, em estilo neoclássico, na rua Américo de Figueiredo, região oeste, num local conhecido como Moinho Velho.

Embora não seja citada na história dos Matarazzo, que iniciaram em Sorocaba o seu grupo empresarial, era sim a casa de campo da família e tinha uma moenda de grãos de café.

Iara Bernardi e seu irmão Marcelo, quando crianças, brincaram por ali. Iara relembra: “Me criei no Jardim Simus. Esse casarão era a sede da Fazenda Matarazzo de plantação de eucaliptos, onde está hoje o bairro Júlio de Mesquita. Era chamada Chácara do Moinho Velho, que tinha uma roda d’água movida pelas águas do Córrego do Itanguá, onde nós crianças íamos nadar, pescar e também tomar café com os caseiros do Casarão. O administrador da fazenda era o Sr. Raul Bernardini.”

A Fazenda Matarazzo era muito grande e alcançava também a área onde se encontra Wanel Ville e até parte da Vila Barão. Esse espólio da Família Matarazzo ficou para o governo do Estado.

O Palacete é tombado pelo Patrimônio e integra atualmente o empreendimento imobiliário Spazio Moinho Velho, de cujo material de divulgação tirei esta foto.

#MeuMarvadãoFavorito

1 Comentário

  1. Moro há anos em Sorocaba, e só enxerguei este casarão quando apareceu um stand de vendas de um novo prédio na região…

    Achei muito bonito, espero que ão derrubem…
    O Brasil precisa preservar mais sua história.

Comments are closed.