Urbes emitiu 12 autos de infração desde volta de multas por videomonitoramento

Foto: Agência Sorocaba

A Urbes – Trânsito e Transportes informou ao Portal Ipa Online, nesta manhã de segunda-feira (2) que, de quinta-feira (29) até domingo (1), foram emitidos 12 autos de infração através da fiscalização por câmeras.

A maior parte das multas é em relação ao estacionamento em local proibido. Foram quatro autuações nesse sentido.

Confira todas as autuações de quinta-feira (29) até domingo (1):

– 4 proibido estacionar;
– 2 proibido parar e estacionar;
– 1 estacionar em calçada;
– 3 estacionar irregularmente em marca de canalização;
– 1 excesso de passageiro;
– 1 parar sobre faixa de pedestre

Volta da fiscalização

Por questões judiciais que envolvem a decisão liminar concedida na última terça-feira (27) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, suspendendo a eficácia da lei municipal 11.662/2018, após a Prefeitura de Sorocaba entrar com uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no dia 22 de março, a Urbes – Trânsito e Transportes deu início novamente, na última quinta-feira (29), à fiscalização por videomonitoramento.

A fiscalização por meio de câmeras está permitida desde 2015, por meio da resolução 532 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), e já ocorre em várias cidades brasileiras. Em 5 de março, o Conselho Estadual de Trânsito do Estado de São Paulo (Cetran) emitiu um parecer favorável para que a Urbes retomasse a medida, que havia começado em 11 de dezembro de 2017.

“É importante que a população entenda que esse é apenas mais um mecanismo para proporcionar segurança no trânsito. Faremos uma campanha educativa a partir de segunda-feira (2) para alertar sobre as diversas infrações que colocam as pessoas em risco no trânsito, visando à segurança viária”, destaca o presidente da Urbes, Luiz Carlos Franchim.

6 Comentários

  1. Porque ao invés de já ir multando, mande uma advertência, mais uma vez nova advertência e avisando que a próxima não será mais advertência e sim a multa, com isso tem um histórico e não tem como o cidadão contestar sua multa.

  2. e na av itavuvu em frente ao supermercado coop, que tem um semaforo desnecessario , ja que tem um retorno a 50 metros, e as pinturas no solo de divisão de faixa de rolamento ( também nesse local ) que nem existem mais, como que fica, quando vão reparar essa falhas ? e cade o viaduto que estava para ser feito ligando a av edward frufru com a av. ulisses guimarães para desafogar o trânsito que se torna caotico nesse trecho após as 16 hs ?

  3. E como ficaram as passagens no semáforo quando estiver vermelho após a 00:00 também será aplicado multa ?

  4. Esse trecho da avenida precisa ser redesenhado com urgência, um canteiro enorme, avenida estreita e não tem a sinalização de solo para quem vai entrar sentido Av. Washington Luiz… Os engenheiros de trânsito devem estar dormindo ou irão esperar o dinheiro das multas pra talvez executarem essa alteração, sem falar que da forma que está não comporta (em toda extensão da avenida) ter vagas para estacionar.
    E após semáforo, onde tem a academia, a avenida que segue em duas faixas, tem uma delas praticamente interrompida por carros estacionados, nunca vi um amarelinho multando ninguém, será que as câmeras irão resolver ?

  5. Querem multar bastante, basta ver a faixa de pedestre em frente ao Hospital Leonor Mendes de Barros,
    as vezes não da nem pra pedestre passar entre os carros que estacionam em cima da faixa ali…

Comments are closed.