Foto: Reprodução

Beatriz Fialho, FOLHAPRESS

Com o Dia dos Namorados se aproximando, muitos solteiros se sentem pressionados para encontrar um par e, por isso, decidem usar aplicativos de relacionamento. Para Marcos Moraes, presidente do Match Group LatAm, que coordena aplicativos como o Tinder e o Divino Amor, há um pico de acessos, que inicia semanas antes de 12 de junho.

“Janeiro é disparado o mês mais forte, principalmente por resoluções de ano novo. Mas agora, no Dia dos Namorados, também dispara. A gente até brinca que o Dia dos Namorados é o nosso Natal.”

E, para quem é novo no universo das paqueras online, fizemos uma lista com cinco dicas que podem te ajudar na hora de dar um match (termo usado para descrever quando dois perfis combinam nas redes).

1. Coloque fotos – quanto mais, melhor

Perfis com fotos são 15 vezes mais vistos. Além disso, 60% das pessoas preferem selfies por mostrarem o usuário como ele(a) realmente é, segundo o Estudo dos Solteiros de 2018, que entrevistou 5.200 usuários dos sites do Match Group (como Tinder, Divino Amor e Single Parent Meet).

“É uma dica simples: ter fotos, de preferência, ter mais que uma. Quanto mais fotos, melhor. Mas que sejam fotos naturais, nada muito posado. Isso também diminui as chances de decepção na hora do encontro”, disse Moraes.

2. Preencha o cadastro com atenção

O algoritmo dos sites de relacionamento usa a informação que você disponibiliza para encontrar pessoas que mais correspondam à sua expectativa. Por isso é importante preencher o cadastro com sinceridade e detalhamento.

3. Capriche na descrição

“Como preencher um perfil é o mais importante. Parecer sincero, honesto e ser detalhado ajuda na hora do Match”, afirma Marcos. Segundo ele, a dica é descrever gostos pessoais, como filmes e músicas, além de pretensões para o relacionamento (se pretende viajar ou gosta de sair para balada, por exemplo).

4. Stalkeie

Não é novidade mas Stalkear (investigar as redes sociais) pode fazer muita diferença na hora do match e do primeiro encontro. Segundo Marcos, no bate-papo a pessoa pode forçar uma opinião que não é a dela para agradar, mas dificilmente fará isso nas redes sociais. “Você consegue entender melhor o perfil da pessoa, o que ela gosta e quais são os interesses”, diz ele.

5. Cuidado com as abreviações

Na hora de conversar, o seu match pode não estar acostumado com algumas gírias e abreviações, o que pode atrapalhar o entendimento de ambas as partes. O mesmo vale para emojis e gifs, que podem ser mal interpretados. Por isso, no começo da conversa, é sempre bom ser claro nas palavras e nas intenções também.