Foto: Divulgação Câmara

Por iniciativa do vereador Engenheiro Martinez (PSDB), a Câmara Municipal de Sorocaba realizará, nesta quarta-feira (4), a partir das 9h, uma audiência pública para debater o Projeto de Lei 106/2018, de autoria do Executivo, que visa promover alterações no plano de assistência à saúde dos servidores públicos municipais de Sorocaba.

Segundo a diretoria da Fundação da Seguridade Social dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba (Funserv), a medida tem por objetivo sanar o desequilíbrio financeiro da fundação e evitar a realização de cortes ou queda de qualidade no atendimento. Para isso, o projeto prevê que dependentes, como cônjuges e filhos, que hoje são isentos, passem a contribuir.

Na audiência pública, a presidente da Funserv, Silvana Chinelato, apresentará as alíquotas pretendidas para contribuição mensal dos dependentes e suas justificativas. Além dos vereadores, o Sindicato dos Servidores Públicos de Sorocaba e o Secretário de Recursos Humanos, Osmar Thibes, participarão do debate.

Necessidade de alterações

A presidente da Funserv, Silvana Chinelato, aponta como principal problema para a arrecadação da Funserv Saúde o fato do reajuste dos servidores não ter acompanhado a inflação na área médica, como medicamentos e insumos, que foi de 19% em 2017, contra nenhuma reposição salarial da categoria no ano passado. Outras dificuldades apontadas são o fato da adesão ao sistema ter se tornado facultativa e o envelhecimento da massa de assistidos, já que os grupos de aposentados e idosos estão se elevando, sendo os que mais utilizam o plano.

A meta da fundação é aumentar a arrecadação mensal em R$ 1,2 milhão. Para tanto optou-se pela cobrança por dependentes, que são cerca de 16 mil assistidos, metade deles adultos, e que representam um gasto de 36% de toda a arrecadação da Funserv.

2 Comentários

  1. Estamos nos esquecendo do sucateamento proposital do serviço público e da completa suspensão de concursos públicos e chamadas de aprovados por parte do executivo, diminuindo o número de contribuintes da FUNSERV e aplainando o caminho rentável da terceirização.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.