Dinâmica do crime aponta para homicídio seguido de suicídio na rua Rio de Janeiro

Foto: Gustavo Ferrari

Os corpos de José Júlio Ferreira Cintra de Almeida Prado, de 48 anos, e Simone Lanzoni, de 46 anos, foram encontrados pela filha de José Júlio sobre a cama do casal, vestidos somente com as roupas íntimas, no horário do almoço.

Simone foi alvejada com um tiro na cabeça e o seu corpo estava embaixo do de José Júlio, que também morreu com um tiro na cabeça. O crime aconteceu por volta das 3h desta quarta-feira (3), na rua Rio de Janeiro, no bairro Santa Terezinha, em Sorocaba. A arma do crime, um revólver calibre 38, pertencia a José Júlio. Ambos eram namorados.

De acordo com o delegado titular do Plantão de Polícia da Zona Norte, Wagner Valcazara, a dinâmica do crime, conforme a descrição dos policiais que atenderam a ocorrência e também da Polícia Científica, aponta para um homicídio seguido de suicídio.

Vizinhos da residência do casal disseram ao Ipa Online terem ouvido disparos durante a madrugada, mas não souberam informar o porquê de não terem acionado a Polícia Militar (PM).

O casal trabalhava no Fórum de Sorocaba. Ambos eram funcionários de cartório. José Júlio tinha dois filhos de outro casamento e Simone três, também de outro casamento.

Segundo o delegado Wagner, vizinhos relataram, ainda, terem ouvido uma discussão entre o casal durante a madrugada. Ninguém, no entanto, soube informar por qual razão a PM não foi chamada para verificar a situação.