Por Erick Rodrigues

Ao longo de dez temporadas, a comédia “Friends” construiu uma das mais bem-sucedidas trajetórias da televisão mundial. Seguindo os moldes das sitcoms tradicionais, com cenários fixos e claques que marcam as piadas e situações cômicas, a produção de roteiro simples conquistou os espectadores e, mesmo após 14 anos do episódio final, ainda é apontada como uma das melhores de todos os tempos.

No episódio piloto, somos apresentados a um grupo de amigos que sempre se reúne em um café de Nova York. Pela porta do estabelecimento, entra uma noiva um tanto quanto desorientada, que tinha acabado de deixar para trás uma vida de privilégios. Rachel (Jennifer Aniston) pede socorro a Monica (Courteney Cox), uma amiga da escola que a vida afastou. Ali, ela também reencontra Ross (David Schwimmer), o irmão de Monica que, na adolescência tinha sido apaixonado por ela. Chandler (Matthew Perry) também já era um conhecido de Rachel, como os futuros flashbacks da história reforçariam. As rostos novos eram Joey (Matt LeBlanc), um jovem ator ingênuo e mulherengo, e Phoebe (Lisa Kudrow), uma figura com tantas facetas que é praticamente impossível de definir.

Apesar da temática simples, “Friends” se transformou em um sucesso por conta do carisma dos personagens. Com textos afiados e características bem definidas, os seis amigos trazem suas “cores” para os conflitos cômicos e, algumas vezes, sérios, criando facilmente um canal de empatia com o público. A amizade e a cumplicidade entre essas pessoas, que estabelecem um núcleo familiar sem a necessidade de laço sanguíneo, é tema comum na vida de muita gente, o que também facilita a identificação em quem assiste.

É óbvio que “Friends” não é nenhuma unanimidade, no entanto, é mais fácil encontrar quem não resiste ao tema de abertura da série, “I´ll Be There For You”, do grupo The Rembrandts. No último fim de semana, a série completou 24 anos da estreia e, como relembrar é sempre bom, resolvi listar os melhores episódios de todas as temporadas. É claro que a memória pode ter falhado, mas procurei buscar as melhores risadas dadas com a atração, ainda que elas não estejam alinhadas com as escolhas de críticos que já divulgaram outros rankings. Vamos a eles:

OS MELHORES EPISÓDIOS DE “FRIENDS”

Divulgação

– Aquele do blackout (temporada 1, episódio 7)

A série ainda estava no início quando os protagonistas tiveram que encarar um apagão em Nova York, que deixou o grupo no apartamento de Monica. Lá, Rachel direciona suas atenções a um italiano que aparece e deixa Ross muito incomodado, a ponto de receber conselhos de Joey sobre relacionamentos. O único que não está com eles é Chandler, que, com a falta de energia, ficou preso em um caixa eletrônico, com uma modelo. A falta de habilidade dele em falar com mulheres rende as melhores sequências do episódio.

Divulgação

– Aquele em que ninguém está pronto (temporada 3, episódio 2)

Antes de fazer um discurso no museu em que trabalha, Ross precisa superar o desafio de fazer todos estarem vestidos e prontos para sair. Com o tempo apertado, tudo o que poderia acontecer, de fato, acontece: Joey e Chandler se desentendem por conta de uma poltrona e começam uma “guerra” que envolve o uso de peças de roupa, algumas delas íntimas, um do outro; Monica fica entretida com um recado deixado na secretária eletrônica; Rachel discute com Ross sobre a indecisão de escolher um vestido; e Phoebe tem o visual arruinado e decide improvisar. Tudo isso é marcado por muitas risadas!

Divulgação

– Aquele dos embriões (temporada 4, episódio 12)

Um bicho de estimação com crise de personalidade provoca a ira de Rachel, que não consegue dormir com o barulho vindo do apartamento de Chandler e Joey. O conflito rende uma série de apostas, que acabam gerando um jogo de perguntas e respostas sobre o convívio e a amizade deles. Uma pergunta decisiva, cuja resposta Rachel e Monica não tinham ideia, faz com que a dupla perca o apartamento em que vivem e tenha que se mudar para a casa em frente. Enquanto isso, Phoebe está em uma clínica de fertilidade para iniciar a tarefa de ser uma “barriga de aluguel” do irmão.

Divulgação

– Aquele em que todos ficam sabendo (temporada 5, episódio 14)

O secreto relacionamento entre Chandler e Monica está prestes a ser revelado aos amigos. Durante uma visita ao futuro apartamento de Ross, em uma hilária sequência, Rachel e Phoebe descobrem o romance e decidem forçar Chandler, o elo mais fraco do novo casal, a admitir a relação, tudo isso sem que Ross descubra. O resultado não poderia ser mais engraçado e envolve um teste que vai às últimas consequências. Dessa história toda, surge a revelação de um amor que marcaria a série até o último episódio.

Divulgação

– Aquele em que Ross fica doidão (temporada 6, episódio 9)

Depois que o namoro de Chandler e Monica já era de conhecimento de todos os amigos, um jantar de Ação de Graças dos protagonistas acaba se transformando em um dia para revelar verdades. O desafio do episódio era não deixar que os pais de Monica e Ross descobrissem que a filha estava morando com Chandler, que não tinha muito a simpatia deles. Mais tarde, revela-se que Ross é o culpado pela má-fama do amigo. Enquanto isso, todos tentam esconder que as habilidade culinárias de Rachel, apesar da boa vontade, não deveria ser estimuladas.

Divulgação

– Aquele do Unagi (temporada 6, episódio 17)

Esse episódio trouxe um dos termos mais citados entre os fãs de “Friends”: “unagi”! Ele fazia parte dos ensinamentos de Ross, que teimou em compartilhar seus conhecimentos de defesa pessoal com Rachel e Phoebe. Segundo as técnicas milenares do paleontologista, somente estar preparado para o perigo visível não era suficiente, era preciso, também, ter um certo “sexto sentido”. É claro que, vindo de quem veio, essa técnica não poderia render muito e o feitiço, inclusive, acaba virando contra o feiticeiro.

Divulgação

– Aquele com os cheesecakes (temporada 7, episódio 11)

Quem diria que um simples cheesecake causaria tantos problemas entre dois amigos. Rachel e Chandler não resistiram ao doce, que foi deixado no corredor do prédio. Eles não resistem e acabam completamente “viciados” no delicioso cheesecake, que acaba gerando desentendimento e uma tentativa de divisão igualitária da sobremesa. A dupla não contava, no entanto, com a força da gravidade, auxiliada por alguma ajuda humada, que fez com que eles fossem parar no chão, literalmente! Nem isso, no entanto, foi capaz de fazê-los parar de fazer a degustação.

Divulgação

– Aquele com o jantar de aniversário da Phoebe (temporada 9, episódio 5)

Deveria ser apenas um simples jantar de aniversário para Phoebe, mas, é claro, tudo daria errado naquele episódio. Enquanto a aniversariante e Joey esperam no restaurante, sendo obrigados, inclusive, a ficar em uma mesa pequena, todos acabam ficando atrasados. Monica e Chandler estão tentando engravidar, mas um mau hábito causa uma briga entre eles. Já na casa de Ross, ele e Rachel têm dificuldades em sair e deixar Emma em casa, por isso, decidem apelar para a mãe de Ross. Aos trancos e barrancos, todos chegam ao restaurante, mas é a aniversariante que acaba desistindo de tudo.

Divulgação

– Aquele da loteria (temporada 9, episódio 18)

Amizade e apostas na loteria podem não combinar, especialmente se algum dos amigos for competitivo como Monica, que estava disposta a tudo para ganhar o prêmio, inclusive esconder bilhetes dos demais. É claro que o dinheiro, ainda nada certo naquela altura, gerou desentendimentos entre os protagonistas, que tiveram que se conformar com a derrota depois que um pombo apareceu no caminho deles. Mas, quem disse que somente uma fortuna pode trazer felicidade não conhece a inocência de Phoebe.

Divulgação

– O Último (temporada 10, episódios 17 e 18)

Na prática, são dois episódios, mas foram concebidos como o desfecho de “Friends” na televisão. Mesclando humor e emoção, a trama direciona o destino dos amigos que conviveram por dez temporadas junto com o público. Enquanto Monica e Chandler estão às voltas com a chegada dos bebês, Ross e Phoebe se dedicam a não deixar que Rachel se mude para Paris. Um engano sobre o aeroporto atrasa a dupla, mas problemas na “falange” do avião também impedem que Rachel viaje. Antes de Chandler e Monica deixarem o apartamento em que viveram por anos, eles também são obrigados a ajudar Joey a libertar um pintinho e um pato, que ficaram presos na mesa de pebolim dos amigos.