A volta das que quase foram: seis séries que estiveram perto do cancelamento

Fotos: Divulgação

Por Erick Rodrigues

As notícias sobre as renovações e cancelamentos das séries continuam surgindo e já revelaram, inclusive, quais foram as produções que, por muito pouco, não foram canceladas. Ameaçadas por desgastes nas tramas ou problemas de audiência, algumas atrações acabaram ganhando, pelo menos, mais uma temporada de episódios para o próximo período de estreias da TV, conhecido nos Estados Unidos como Fall Season.

As incertezas deste ano envolveram séries populares da televisão, sendo que uma delas já está no ar há 14 anos. Outra dúvida esteve relacionada a uma troca de protagonista, que quase fez com que a atração fosse cancelada por conta da dificuldade de encontrar um substituto para o posto. Vamos aos nomes:

SÉRIES QUE QUASE FORAM CANCELADAS

Foto: Divulgação

– Gotham

Mesmo ainda gerando alguma repercussão, apesar da audiência em queda livre, a série baseada nos personagens das histórias de “Batman”, da DC Comics, por muito pouco não foi cancelada. Depois de um período de indefinição sobre o futuro da atração, a Fox decidiu que “Gotham” vai ganhar uma quinta temporada, que também será a última. Mostrando a infância de Bruce Wayne e os primeiros anos de James Gordon na polícia, a série deve se dedicar, nos últimos episódios, a mostrar a transformação do jovem milionário no Homem-Morcego. Por aqui, “Gotham” já foi vista na Globo e segue em exibição pela Warner e no serviço de streaming Netflix.

Foto: Divulgação

– The Blacklist

Mesmo tendo uma audiência considerada mediana, “The Blacklist” também estava ameaçada antes do anúncio da renovação para a sexta temporada. O canal NBC, que é coprodutor da série, tinha interesse em acabar com todos os acordos do gênero para investir em conteúdo próprio, o que deixou a atração como dúvida para a Fall Season deste ano. No fim, o criminoso vivido por James Spader garantiu novos episódios e, agora, dura até 2019, pelo menos. A história de Raymond Reddington, que colabora com o FBI com os nomes de uma lista negra do crime, também deve ganhar uma nova reviravolta para o próximo ano. No Brasil, “The Blacklist” já foi exibida pela Globo e segue no ar no canal AXN e no Netflix.

Foto: Divulgação

– Máquina Mortífera

Adaptada a partir da franquia cinematográfica, “Máquina Mortífera” enfrentou um dos principais problemas desse período. O protagonista Clayne Crawford foi demitido após acusações de mau comportamento e criação de um ambiente de trabalho hostil. O parceiro de cena dele, Damon Wayans, inclusive, teria rompido relações com o colega por conta de desentendimentos nos bastidores. Após a demissão do ator, os produtores tiveram dificuldade em encontrar um substituto e, por conta disso, cogitaram cancelar a atração. A notícia da renovação para a terceira temporada veio nos últimos dias, acompanhada do nome que entra para o lugar de Crawford: Sean William Scott, da franquia de filmes “American Pie”. “Máquina Mortífera” já foi ao ar pela Globo e segue em exibição no canal Warner.

Foto: Divulgação

– Criminal Minds

Quando o canal CBS começou a divulgar as primeiras renovações, os fãs de “Criminal Minds” estranharam que a série ficou de fora naquele momento. Agora, a série policial, que foca em uma unidade que analisa o comportamento dos criminosos, vai ganhar uma nova temporada, a décima quarta. Os detalhes sobre o próximo ano da atração ainda vão ser divulgados pela emissora, mas já se cogita uma quantidade reduzida de episódios para o próximo ano da série, além da possibilidade de a trama ser encerrada depois disso. “Criminal Minds” pode ser vista no Netflix e no canal AXN.

Foto: Divulgação

– Agents of S.H.I.E.L.D.

A atual quinta temporada da série da Marvel viu a audiência despencar e ficar entre as piores do canal norte-americano ABC. Por conta disso, a renovação de “Agents of S.H.I.E.L.D.” para a sexta temporada demorou mais para ser confirmada e, por muito pouco, quase não veio. O sucesso internacional da atração foi um dos fatores que contribuiu para impedir que ela engrossasse a lista das canceladas. Há, no entanto, mudanças à vista: o sexto ano será mais curto, com apenas 13 episódios.

Foto: Divulgação

– Blindspot

Depois de uma primeira temporada que gerou boa repercussão, “Blindspot” foi perdendo força, o que culminou, inclusive, em uma mudança no dia de exibição da série nos Estados Unidos. Colocada na grade das sextas-feiras do canal NBC, dia considerado fraco em termos de audiência, a série sobre uma mulher encontrada cheia de tatuagens misteriosas acabou garantindo uma quarta temporada, especialmente por conta do mercado internacional, que aceita bem a série. Exibida pelo Warner e Netflix, “Blindspot” vai estrear, nesta terça-feira (15), na Globo.