Diego Salgado, FOLHAPRESS

Os resultados da 33ª rodada deixaram o Corinthians bem perto do sétimo título do Campeonato Brasileiro. Após a vitória sobre o Atlético-PR e tropeços de Santos e Palmeiras, o time alvinegro precisa somar mais oito pontos para garantir a taça -a cinco jogos do fim, mais 15 pontos serão disputados.

Hoje, o Corinthians soma 65 pontos contra 57 pontos do Grêmio, o segundo colocado. Com mais duas vitórias e dois empates, o time alvinegro iria a 73 pontos e não poderia mais ser superado pelos gremistas, que mesmo com 100% de aproveitamento iriam a 72 pontos.

Com oito pontos de vantagem sobre o Grêmio, o Corinthians ainda poderá garantir o título já na próxima quarta-feira (15), diante do Fluminense, na Arena de Itaquera. Para isso, o líder do Brasileirão terá de superar o Avaí no próximo sábado e o próprio Fluminense.

Além disso, o Grêmio teria de empatar um dos seus dois jogos, diante de Vitória e São Paulo -os dois duelos serão como mandante (o primeiro em Caxias do Sul e o segundo em Porto Alegre).

Nesse cenário, o Corinthians irá a 71 pontos, enquanto o Grêmio, com quatro pontos (uma vitória e um empate), somaria 61 pontos. Com dez pontos atrás, os gaúchos não teriam como alcançar a equipe alvinegra a três rodadas do fim.

O Santos, hoje terceiro colocado com 56 pontos, e o Palmeiras, na quarta posição com 54 pontos, também não alcançariam o Corinthians mesmo com duas vitórias nas próximas rodadas -isso se o líder derrotar Avaí e Fluminense em Itaquera nos próximos dias.

Os santistas, com cinco triunfos nas próximas rodadas, somariam os mesmos 71 pontos do Corinthians, mas ficariam atrás no número de vitórias (21 a 20). Já o Palmeiras, com 100% de aproveitamento até o fim, terminaria o Brasileirão com 69 pontos.

O que o Corinthians precisa para ser campeão na quarta:
1) Vitória sobre o Avaí (somaria 68 pontos).

2) Vitória sobre o Fluminense (chegaria a 71 pontos).

3) Um empate do Grêmio contra Vitória ou São Paulo (só alcançaria 61 pontos, dez a menos que o líder com nove pontos em disputa na sequência).