Foto: Divulgação

Por Djalma Luiz Benette

O jornal Município de Sorocaba, órgão de publicação dos atos oficiais da prefeitura, trouxe a exoneração secretário de Licitações e Contratos da Prefeitura de Sorocaba, Hudson Zuliani, em sua edição de hoje que ficou conhecida agora à tarde. Simultaneamente, traz a nomeação como seu substituto de João Batista Sigillo Pellegrini.

Mas sem comunicação prévia, a troca de secretários deu margem a uma série de especulações de que a medida visa tirar ele do foco o secretário devido as investigações conduzidas pela Corregedoria da Prefeitura a respeito dos contratos com a empresa de fornece a merenda que teria recebido, indevidamente, por meses, duplicadamente. A previsão é que a Corregedoria tenha uma conclusão até o dia 15 próximo.

Zuliani viajou para o exterior no final do ano, teve sua exoneração publicada hoje, mas retroativa a dia 2 de janeiro, primeiro dia útil do ano.

A especulação se concentrou no fato de Zuliani ser o braço direito do prefeito Crespo há décadas, seguramente a pessoa de sua integral confiança dentro e fora do governo.

A decisão de Zuliani ser demitido, e não afastado temporariamente como secretários de outras pastas, se deve a importância da pasta que ocupa, ou seja, a que concentra todas as decisões de contratação, licitação e ordem para a pasta da Fazenda executar pagamentos. Além disso, devido aos 43 dias da cassação do prefeito, ele ainda não tem prazo para tirar férias.

A previsão é que Zuliani, retornando de viagem, volte ao cargo.

Não entendo a razão da prefeitura não emitir nota oficial sobre essas trocas. Lembro que o presidente Michel Temer está há meses em tratamento de saúde e decidiu nessa semana fazer caminhadas. Sua decisão imediata foi a de avisar à imprensa com o objetivo de evitar especulações. E evitou.

Crespo, evidentemente, pensa o contrário e abre frente para as especulações.