Almoço de confraternização do Ciesp reúne 300 empresários

Na sexta-feira (8), o restaurante Chácara Santa Victória foi palco do tradicional almoço de confraternização da Regional Sorocaba do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), que reuniu cerca de 300 pessoas, entre autoridades locais e regionais, empresários e representantes de empresas associadas à entidade.

O evento tem como objetivo estreitar laços e agradecer os parceiros e empresas associadas por mais um ano de trabalho, além de ser uma oportunidade de se fazer um balanço do ano de 2017 e das perspectivas para 2018.

Entre outras autoridades, estiveram presentes no encontro o prefeito de Sorocaba, José Caldini Crespo; a deputada estadual, Maria Lúcia Amary; a vereadora Cíntia de Almeida, representando o presidente da Câmara dos Vereadores de Sorocaba, Rodrigo Maganhato; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda de Sorocaba, Robson Coivo; o primeiro vice-diretor do Ciesp Sorocaba, Mario Tanigawa, e o segundo vice-diretor do Ciesp Sorocaba e diretor-executivo do Parque Tecnológico de Sorocaba, Nelson Cancellara.

Durante a cerimônia de abertura, o diretor titular do Ciesp Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, agradeceu a presença das autoridades e dos associados e ressaltou o atual momento econômico do país. “Depois de 32 meses consecutivos de dificuldades e desemprego que as indústrias passaram, algumas delas até fechando, tivemos nos últimos cinco meses um crescimento, modesto ainda, mas com uma geração positiva de 500 a 700 novos empregos por mês”.

O diretor titular do Ciesp observou ainda que a dificuldade do setor industrial reflete também nos cofres públicos. “Se a indústria está com dificuldade, isso afeta a arrecadação e impacta em serviços públicos, como saúde e educação. Mas, esse momento está passando e com a retomada da indústria, o comércio e outros setores da economia, como a construção civil, por exemplo, tendem a melhorar”.

Syllos lembrou da campanha Natal Sem Fome, que o Ciesp Sorocaba está fazendo em parceria com o Sindicatos dos Metalúrgicos (SMetal), que tem o objetivo de arrecadar mil cestas básicas que serão encaminhadas para famílias carentes, por meio de entidades assistenciais da cidade. “Vale destacar também que, até o dia 28 de dezembro, é possível destinar até 6% do Imposto de Renda das pessoas físicas e 1% das pessoas jurídicas para o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Sorocaba tem o potencial de arrecadar 18 milhões de reais, mas lamentavelmente somente 1 milhão fica na cidade”, concluiu.

Em seu pronunciamento, Crespo ressaltou a importância do segmento industrial e a necessidade das parcerias entre o poder público e o setor privado. “Sorocaba representa o 19º maior PIB do Brasil e por ser uma cidade que é referência para toda região, naturalmente o setor industrial que o Ciesp representa, por ser mais forte, tem uma responsabilidade maior. Nosso governo está aberto para todo tipo de parceria com a iniciativa privada e Sorocaba está em um momento impar. Precisamos de vocês sendo propositivos, porque o resultado virá em comunhão e em várias parcerias”.

O evento contou com o patrocínio da Facens, Grupo Notredame Intermédica, Toyota, Verbo e Ramires Motors. O cerimonial foi conduzido pela radialista Maria Helena Amorim.

Maristela Honda
Equipe Ciesp Sorocaba
José Caldini Crespo, Erly Domingues de Syllos, Dep. Maria Lúcia Amary, Mario Tanigawa, Ver. Cintia de Almeida, Nelson Cancellara, Robson Coivo
Eva Paulino, gerente regional do Ciesp Sorocaba, e o professor Luiz Marins
Mario Tanigawa e Vereador Luis Santos
Maristela Honda, José Caldini Crespo e Cintia de Almeida
Robson Coivo, Capitão Oliveira e Roberto Freitas
Ruy Jaegger e José Ricardo Tóffoli
Péricles Regis, Antônio Sérgio Ismael e Iara Bernardi
Nelson Cancellara, Maria Lúcia Amary, Erly Domingues de Syllos e Mario Tanigawa
Luiz Christiano Leite da Silva, Robson Coivo e Sadi Montenegro
Luis Santos, Fernando Dini, Nelson Cancellara e Robson Coivo
José Caldini Crespo, Erly Domingues de Syllos e Maria Lúcia Amary
Jorge Yada e Carlos Shigueo
Fernando Dini e Marcos Mariano